terça-feira, 16 de novembro de 2010

Desafio Literário de Novembro

Ensaio sobre a Cegueira

O livro que li para o Desafio Literário de novembro, que tem como tema escritores portugueses, é Ensaio sobre a Cegueira, de José Saramago.

Ensaio sobre a Cegueira conta a história de uma sociedade em que as pessoas, de repente, se tornam cegas, sem motivo aparente. O livro foca em um grupo de cegos em especial e em nenhum momento diz o nome de algum dos personagens, que são chamados de “médico” ou “primeiro cego”, por exemplo.

Eu já tinha visto o filme antes e, infelizmente, isso prejudicou muito a leitura. O filme é praticamente igual ao livro e isso tirou o fator surpresa da história e parte do choque que sentimos ao ler determinadas situações.

Até o meio do livro, não achei o livro nada emocionante. Ele não me passou nenhuma emoção, positiva ou negativa. Nem mesmo o modo de Saramago escrever, com longos períodos e com falas separadas por vírgulas, me deixou interessada ou me fez não gostar do livro. Essa falta de sentimentos em relação à escrita dele prevaleceu até o fim, por mais que isso seja estranho.

Mas a história começou a prender minha atenção na parte em que chegam os cegos maus. A partir daí, eu de fato me prendi ao livro e a leitura se tornou mais interessante (e mais pesada também). Em alguns momentos, eu realmente me senti dentro do livro e até cheguei a me perguntar se estava chovendo de verdade porque estava chovendo no livro…

Gostei muito dos personagens, que são bem reais e mesmo assim têm suas peculiaridades.

Enfim, Ensaio sobre a Cegueira é um livro angustiante que oferece uma boa reflexão sobre a vida que levamos.

5 comentários:

  1. Bahhh então angustiante mesmo!!! QUero muito ver o filme, e ler o livro tbm é claro. Mas sei la, não li ainda nenhum obra do autor! Tenho q agilizar!

    ResponderExcluir
  2. Sim, sim! A partir dessa passagem o livro fica sufocante!
    É o meu preferido do autor.
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Ótima escolha. Saramago é genial. O livro é sufocante e muito, mas muito bom.

    Ótima resenha.

    ResponderExcluir
  4. Bom, no momento não estou para leituras angustiantes. Na agenda da pilha, vou deixá-lo lá para bem depois.

    Beijocas

    ResponderExcluir